Organização avalia positivamente Ipatinga Gourmet

Publicado em 6 de dezembro de 2018

A quarta edição do Ipatinga Gourmet foi muito positiva e teve ótima aceitação por parte do público alvo. A avaliação é da produtora Leila Cunha, que organizou o Festival de  juntamente com o Sebrae Minas entre os dias 4 e 11 de novembro, reunindo um público estimado em quatro mil pessoas, distribuídas entre uma extensa programação desenvolvida em vários pontos da cidade.

O evento envolveu, diretamente, 80 profissionais das mais diversas áreas, animando a economia local. Foram reunidos sete bandas de música e oito chefes, que elaboraram 21 pratos a partir de receitas criadas por eles. Na categoria fomento, ocorreu a exposição do Ipatinga Rural - Roteiro Turístico, Artesania, Matizes e Eco Planet, distribuídos em quatro tendas.  O festival contou ainda com produtores culturais, fotógrafo, um ator, além de outros colaboradores.

No relatório divulgado esta semana, constam, dentre outros números, a quantidade de quiabos e batatas consumidas durante o Ipatinga Gourmet. Esses produtos foram os ingredientes básicos de todas as receitas desenvolvidas ao longo do evento. Na ampla divulgação realizada, o objetivo foi associar o Vale do Aço como importante destino turístico por sua gastronomia. O festival contou com uma estrutura de 15 tendas cobertas, pensadas para o conforto do público. O Ipatinga Gourmet  atraiu pessoas de todas as idades, inclusive crianças, que puderam contar com uma área kids.

“Fieis ao nosso modo itinerante de fazer o Ipatinga Gourmet, no fim de outubro, abrimos a grande festa dos sabores, no Fork Rock Bar, de Jason Vasconcelos, que assinou a curadoria do Festival. No fim de semana seguinte, o evento foi lançado oficialmente no Parque Ipanema e nos dias 10 e 11 fomos para o Cariru Tênis Clube”, recorda Leila Cunha, acrescentando que o Ipatinga Gourmet trouxe desde degustação de pratos e oficinas gastronômicas, até shows musicais. Esses e outros dados foram reunidos em um relatório elaborado pela Fino Trato, em parceria com o Sebrae.

“Mais uma vez, alcançamos os nossos objetivos, que a gente mais considera como o cumprimento da missão que temos para com o Vale do Aço”, ressalta Leila Cunha, após destacar a valorização dos chefes da região, assim como a agricultura local, que, segundo enfatiza, vão sempre figurar entre as principais propostas do Festival de Gastronomia. A essa intenção, Leila ainda acrescenta o compromisso que o Ipatinga Gourmet mantém com a cultura e com as tradições regionais.

Para o analista do Sebrae Minas, Alessandro Challub, o Ipatinga Gourmet já entrou para o calendário da cidade e do estado, se posicionando como um grande fomentador da gastronomia e cultura locais. “A diversidade de atividades de capacitação e a valorização dos chefs da cidade são a grande marca do festival gastronômico. O Sebrae acredita que iniciativas como esta possam ajudar a fomentar e a valorizar os pequenos negócios, além de criar uma alternativa de entretenimento para a população da região.”

Em parceria com a Ecoplanet, o Ipatinga Gourmet valorizou sua característica sustentável. “Nosso festival foi um evento limpo. Todos osresíduos gerados durante a programação foram coletados pela Associação dos Catadores de Ipatinga – Ascari. Outra atividade focada na sustentabilidade foi a distribuição de mudas de ipê entre os participantes do Festival, com o propósito de colaborar com arenovação da qualidade do ar, numa compensação dos impactos causados com a promoção do Ipatinga Gourmet”, explicaLeila Cunha.

O Ipatinga Gourmet contou com o apoio de: Prefeitura Municipal de Ipatinga, Comtur – Conselho Municipal de Turismo, Cenibra, Hipermercado Consul Usiminas, Fork Rock Bar, Phrase, Inter TV dos Vales, Brüder, Mill estruturas para eventos, Porto Seguro, Giganet, Phrase, Vital e Aloísio Gás.

 

Fotos: Ricardo Alves/Grão


Galeria de imagens


content:
sidebar:
Widget: Facebook 7:

Facebook