Parque Estadual do Rio Doce terá serviços privatizados

Publicado em 11 de Abril de 2019

Cerca de 20 parques estaduais, entre eles o do Rio Doce, no Vale do Aço, terão seus serviços privatizados pelo Governo de Minas. O objetivo do programa, é promover, com parcerias com o setor privado, a gestão desses serviços, prestados aos visitantes, com maior qualidade e especialização.  Participam do processo as secretarias de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, de Transportes e Obras Públicas, e de Cultura e Turismo, além do Instituto Estadual de Florestas (IEF).

Através do modelo de concessão, serão oferecidos para exploração pela iniciativa privada a hospedagem, a venda de alimentos e bebidas, atividades de lazer e aventura e venda de souvenires. As medidas garantirão um aumento no número de usuários e incentivo ao turismo.

“A gestão do parque continua sendo do IEF, ou seja, as gestões de conservação e ambiental. Estamos transferindo a gestão da visitação. Com esse programa, vamos aumentar e melhorar a qualidade de infraestrutura das unidades de conservação, atendendo os anseios do público, que precisa de uma estrutura mais adequada. Elas têm belezas naturais incríveis, e vamos casar isso com oportunidades de recreação, dando uma infraestrutura realmente muito mais adequada para atingir todos os públicos”, explicou O diretor-geral do IEF, Antônio Malard.

Minas Gerais possui atualmente 94 unidades de conservação, totalizando aproximadamente 3,5 milhões de hectares de áreas protegidas. A administração de cada unidade é feita exclusivamente pelo poder público, bem como a destinação dos recursos para operação e manutenção dessas reservas ambientais.

content:
sidebar:
Widget: Facebook 7:

Facebook