Série de eventos marcam 75 anos do PERD

Publicado em 8 de Julho de 2019

O Parque Estadual do Rio Doce (PERD), primeira unidade de conservação de Minas celebra 75 anos de criação no próximo dia 14, mas as atividades de comemoração já estão mobilizando as comunidades de Dionísio, Timóteo e Marliéria desde o último sábado, dia 6. A série de eventos programada para marcar o aniversário seguirá até o dia 13, com as tradicionais 26ª Romaria Ecológica de Marliéria, 18ª Romaria Ecológica de Dionísio e 16ª Romaria Ecológica de Timóteo. Na edição deste ano, o evento de encerramento deve reunir cerca de 2 mil pessoas na unidade de conservação.

O PERD foi criado em 1944, num esforço do bispo de Mariana, Dom Helvécio, para a preservação do grande remanescente do bioma Mata Atlântica existente na região e para o fortalecimento da participação das comunidades na proteção da unidade de conservação. “As Romarias Ecológicas têm o objetivo de resgatar os fatos históricos e religiosos do século passado que culminaram na criação do parque”, explica o gerente da unidade de conservação, Vinícius de Assis Moreira.

Ao longo da semana, em comunidades dos três municípios que abrigam toda a extensão territorial dao PERD. O ponto alto acontece no próximo sábado, dia 13, com a realização das romarias. Os participantes partem, logo pela manhã, das cidades de Timóteo e Marliéria em direção ao parque, com paradas ao longo do caminho, onde são realizadas celebrações religiosas. As duas cavalgadas se encontram na estrada que dá acesso ao parque e chegam juntas à unidade de conservação, onde será realizada a celebração pelos 75 anos de criação da reserva ambiental.

Os participantes das romarias também poderão conferir os itens da 19ª feira de artesanato e produtos típicos das comunidades do entorno do Parque Estadual do Rio Doce. A tradicional atividade acontecerá logo após a celebração e mostrará um pouco das tradições do Vale do Aço mineiro.

 

content:
sidebar:
Widget: Facebook 7:

Facebook